Aromaterapia para parteiras e doulas Maria Ábramo na USP Leste

25 de maio de 2018

Óleos essenciais entrando nas salas de parto pelas mãos das alunas do curso de obstetrícia da USP-LESTE. E que avanço!
De forma segura e “invisível”, como deve ser uma aromaterapia respeitosa e consciente ao acolher a mulher em seu momento mais fantástico, o parto e a chegada do bebê. Veja próximos cursos ao final dessa publicação!
 
Dia 18 de maio, a terapeuta holística Maria Ábramo, foi convidada para ministrar uma aula de aromaterapia: Saúde da Mulher, na disciplina ACH 5047 – Terapias Complementares na Assistência. O convite veio da obstetriz Christiane Chofakian, que é docente titular do curso de Obstetrícia da EACH/USP.  A aula durou um pouco mais de 4 horas e aos poucos vieram mais de 50 alunos interessadíssimos.
“Ao final da aula eu preparei um kit contendo Plus e Pins Aromáticos, que nós abordamos durante a aula e deixei com as alunas que já estão em plantão”. No dia seguinte, recebemos a foto da aluna, dentro da Maternidade Cachoeirinha, exibindo os Pins e um recadinho da Christiane Chofakian (que já virou nossa amigona): “TODOS APAIXONADOS”.
Muitas coisas mudando dentro dos hospitais! Que sejamos muito conscientes com o uso da aromaterapia, para que as piadas sobre o uso dos óleos essenciais em sala de parto parem. 
O uso indevido de óleos essenciais, por doulas que não aprenderam como usar aromaterapia com toda a consciência, ou que estão fazendo experiências sem a menor noção de seus atos, já está causando muitos problemas e o pior deles é a reclamação constante da própria parturiente (!!), que não suporta a quantidade e nem o aroma dos óleos essenciais escolhidos para esse momento.
A forma de aplicação está completamente errada, adverte Maria Ábramo. Quem está pingando Salvia sclarea, pura na superfície da água da banheira de parto, não sabe o que esta fazendo, não conhece a sálvia e nem os efeitos retardados e desconhece o comportamento dos óleos essenciais.
Quem está usando dessa maneira não conhece regras minimamente básicas de aromaterapia.
Este ano já é o segundo local que Maria Ábramo esteve falando sobre o mesmo assunto e é colocada “na parede”: a pergunta “Maria o que é isso que estão fazendo e usando em sala de parto que chamam de aromaterapia, que está virando algo insuportável para a equipe e para a parturiente?”
E o que veio para ser uma benção acaba virando um pesadelo. Se você for usar óleos essenciais de qualquer forma, aprenda a usar do jeito certo, na medida certa e na hora certa para cada caso, para cada pessoa, para cada gestante, para cada parto, não dá para você usar óleo essencial sem perceber o que está acontecendo em volta. Principalmente nesse caso, sala de parto, a aromaterapia deve ser transformada em uma técnica invisível, segura, nada agressiva e que proteja as interações olfativas entre mamãe e bebê, antes de virar um Show desrespeitoso de horrores olfativos.
Nosso encontro com a Christiane Chofakian foi possibilitado pela minha querida Gisele Leal, que é aluna desse curso, e Diretora na empresa Mulheres Empoderadas – Revelando Doulas! Estamos trabalhando duro e há mais de 6 anos para manter uma aromaterapia respeitosa e invisível, segura e eficaz na formação das doulas que se formam no curso RD. Para uma sala de parto sem asfixia com excesso de óleos essenciais!
Interessadas escrevam para maria@equilibrioorganico.com.br
temos os próximos cursos:
Londrina – PR dia: 4 de agosto 2018. Espaço Alternativo: (43) 3327-7880.
Maringá – PR dia: 18 de agosto 2018. com Vanessa: (44) 9768 8888.
Ribeirão Preto – SP – dia 3 de novembro 2018 (com Cecília Ghiraldeli (http://www.terapiacomaromas.com.br/oficina-aromaterapia-para-doulas-profissionais-do-parto-e-interessados/)
Turmas em Campinas, São Paulo ainda em lista de interessados.

Tags dessa postagem

, , , , , , , , , , ,

Nossos cursos

A sua formação como terapeuta holístico aqui! Não importa onde você mora, nós temos um curso EAD para você!

Conheça os cursos